Mesmo com time em boa fase, defesa do Santos está em alerta após sofrer 3 gols

Após se recuperar de lesão, o zagueiro David Braz retornou ao Santos na vitória contra o Capivariano, no último domingo, em Capivari (SP), pela 14.ª e penúltima rodada do Campeonato Paulista. Porém, como o jogo terminou com o placar de 5 a 3, o desempenho da defesa do time da Vila Belmiro foi criticado pela forma como saíram os gols da equipe do interior.

Estadão Conteúdo

05 de abril de 2016 | 20h38

Nesta terça-feira, o zagueiro afirmou que é preciso corrigir alguns erros de posicionamento. "São coisas que temos de conversar mais nos treinos e trabalhar para não repita isso na fase final", avisou David Braz, que ainda defendeu o seu companheiro de defesa, o jovem Gustavo Henrique. "Ele absorve bem isso e estou aqui de volta para ajudar".

David Braz falou com os jornalistas durante uma campanha de doação de sangue do Santos em parceira do Hemonúcleo da cidade da Baixada Santista. A ação contou com a participação de jogadores, que estimularam os torcedores à realizar a doação. Zeca, Léo Cittadinni, Vitor Bueno, Rafael Longuine e o próprio zagueiro estiveram no vestiário da equipe profissional participando do evento.

"Estou muito feliz por participar desta ação. O Santos FC já tem no seu histórico fazer ações solidárias. Sabemos, infelizmente, que são muitas as pessoas que precisam de sangue. É algo que não dá para comprar. Só resolve com ajuda mesmo.", disse David Braz.

Com a semana livre para treinamentos, o Santos se prepara para a 15.ª e última rodada do Paulistão. No domingo, na Vila Belmiro, o time encara o Audax, de Osasco (SP), que assim como o clube alvinegro está classificado de forma antecipada às quartas de final. Nesta fase, o Santos já conhece o seu adversário: será o São Bento, de Sorocaba (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.