Mesmo em dia ruim, Federer vence

Como os grandes gênios, Roger Federer revelou-se também um imortal. Em um dia em que suas raquetadas não tiveram seus traços marcantes e a habitual eficiência, ele sobreviveu ao ataque sérvio de Janko Tipsarevic e após 4h27 venceu um jogo incrível com parciais de 6/7 (4), 7/6 (1), 5/7, 6/1 e 10/8.

O Estadao de S.Paulo

19 de janeiro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.