Mesmo ''plantado'', Bolt vence mais uma

Usain Bolt ficou "plantado" na largada dos 100 metros. Foi dessa maneira que o astro jamaicano definiu o início de prova, ontem, na etapa de Zurique da Golden League. Mesmo assim, recuperou-se e terminou como vencedor da mais badalada disputa do atletismo com o tempo de 9s81, bem longe de seu recorde mundial (9s58).O atleta correu sem grande motivação e visivelmente segurando o pé, poupando-se depois do show no Mundial de Berlim, em que conquistou três medalhas de ouro - 100 m, 200 m e revezamento 4 x 100 m - e quebrou dois recordes. "Foi uma corrida um pouco instável, mas está tudo bem", declarou Bolt, sempre descontraído. "Levando-se em conta todas as circunstâncias, a marca não está nada mal", prosseguiu. "Fui menos veloz no final, porque o meu corpo não respondeu bem durante a corrida." Em alguns momentos, ficou a impressão de que poderia sair derrotado. Não passou de impressão.O jamaicano ainda cruzou a linha com certa vantagem sobre seu principal concorrente, o compatriota Asafa Powell, segundo colocado (9s88). O terceiro lugar ficou com o norte-americano Darvis Patton (9s95).Embora cansado, voltou à pista na Suíça pouco tempo depois. E ainda debochou dos americanos na emocionante briga pelo ouro no revezamento 4 x 100 m. Bolt foi o último da equipe jamaicana a correr. Pegou o bastão bem atrás de seu concorrente dos Estados Unidos. Voou e conseguiu a ultrapassagem. Chegou em primeiro e, claro, não perdeu a oportunidade de dar risada olhando no rosto dos rivais.Os jamaicanos fecharam a prova em 37s70, os americanos fizeram 37s73 e Trinidad e Tobago levou o bronze com o tempo de 38s20.É VEZ DO FUTEBOLDepois de mais uma sequência de vitórias, é hora de descansar um pouco. Bolt resolveu trocar o atletismo pelo futebol neste fim de semana. Hoje ele embarca de Zurique para Madri para assistir ao confronto entre o Real Madrid, de Kaká e Cristiano Ronaldo, e Deportivo La Coruña, no Estádio Santiago Bernabéu, pela abertura do Campeonato Espanhol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.