Mesmo satisfeito, Mano cobra mais da equipe

A importante vitória conquistada ontem, em Assunção, diante do Cerro Porteño, por 1 a 0, deixou o Corinthians confiante para a sequência da disputa da Taça Libertadores. O zagueiro Chicão elogiou o desempenho da equipe e mostra otimismo para os três duelos que restam na primeira fase. "Acho que temos chance de obter o primeiro lugar no grupo e brigar pelo primeiro lugar na classificação geral."

ASSUNÇÃO, O Estadao de S.Paulo

18 de março de 2010 | 00h00

O técnico Mano Menezes preferiu cobrar do time. "Estou contente com o resultado, o time está melhorando a cada jogo, mas se quisermos chegar mais longe na competição, teremos de melhorar muito ainda." Mano gostou de ter errado a previsão de conquistar 3 pontos na duas partidas fora de casa. Ganhou 4. "Errei para o bem", brincou.

Ronaldo, que não fazia um gol desde 27 de janeiro, contra o Mirassol, estava feliz, mas reconheceu que a partida teve momentos difíceis para o time corintiano. "O gol saiu na hora certa."

Sem descanso. O Corinthians retornou ao Brasil logo depois do jogo. Hoje, às 16h30, a equipe faz recuperação no Parque São Jorge. Amanhã, também à tarde, Mano Menezes define os jogadores que encaram o Grêmio Prudente, domingo, pelo Paulista. O lateral direito Alessandro, ausente nos últimos três jogos por causa de uma lesão muscular deve retornar. Como precisa da vitória para seguir no G4, o técnico Mano Menezes pode optar por três atacantes: Dentinho, Jorge Henrique e Ronaldo. Isso caso o Fenômeno não ganhe um descanso. Entraria Souza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.