Messi acha comparações prematuras

Messi acha comparações prematuras

Depois de ótimas atuações recentes pelo Campeonato Espanhol e pela Copa dos Campeões, o argentino Lionel Messi passou a ser comparado com grandes ídolos da história do futebol, como o seu compatriota Maradona. O meia-atacante do Barcelona, porém, diz que ainda é cedo para colocá-lo nesse patamar.

, O Estadao de S.Paulo

24 de março de 2010 | 00h00

Em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, Messi considerou as comparações sem fundamento. "Para se tornar uma lenda, para ser grande, é necessário ganhar uma Copa do Mundo."

O jovem astro, atual ganhador do prêmio da Fifa de melhor do mundo, tem impressionado ainda mais nesta temporada. Já são 25 gols em 24 partidas pelo Espanhol, sendo 11 nas últimas cinco partidas. "Eu acabei de fazer 22 anos. Tudo está acontecendo muito rápido. É preciso ter muita calma neste momento", comentou o jogador.

Ele estará em campo hoje contra o Osasuna, pelo Espanhol. O Barça está empatado na ponta com 68 pontos com o Real Madrid, que amanhã pega o Getafe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.