Messi: 'É um alívio ganhar do Brasil'

O impressionante Lionel Messi tem de se deslocar com vários seguranças porque as pessoas enlouquecem com sua presença. Ontem, depois do jogo em que o atacante argentino foi mais uma vez decisivo para o seu time, conversou com a imprensa de seu país em meio a um tumulto impressionante. "É um alívio ganhar do Brasil, precisávamos desse resultado. O time deles é difícil de ser vencido." Seu talento resolveu, já na prorrogação. Messi revela que realizou um sonho. "Pessoalmente sempre quis ganhar do time principal do Brasil, mas nunca havia conseguido."

ABU DABI, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2010 | 00h00

Mas pediu pé no chão. "Um resultado como esse ajuda, mas temos ainda muito trabalho pela frente com o grupo. Nos falta muita coisa. De qualquer forma, vitória sobre o Brasil é sempre bom." Lembrou que os dois países estão refazendo suas equipes, com novos treinadores. "Atravessamos momentos parecidos." E demonstrou consciência de que não só a Argentina, mas o Brasil também, não teve em campo alguns jogadores que vinham atuando juntos, como o atacante Alexandre Pato.

Apesar da vitória, Messi elogiou o Brasil. "É uma seleção que tem muitos jogadores bons, sobretudo atacantes."

O Brasil não o marcou individualmente o meia talvez por saber ser impossível. O argentino sempre aparece, do nada, em condições de dar sequência às jogadas e ao iniciá-las a bola parece grudada a seus pés. Lembra os jogadores do Play Station. Além de possuir técnica, visão de jogo e precisão nos arremates exuberantes. As orientações do lateral Daniel Alves, seu companheiro no Barcelona, para Mano Menezes, sobre como conter o furacão Messi, não deram resultado. Nem poderiam. / L.O.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.