Claude Paris/AP
Claude Paris/AP

'Meu tempo está melhorando no momento certo', celebra Bolt após vitória

Jamaicano fica em primeiro nos 100 metros em etapa de Mônaco da Diamond League

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2017 | 21h34

O velocista jamaicano Usain Bolt celebrou muito nesta sexta-feira o seu triunfo nos 100 metros da etapa de Mônaco da Diamond League. E não apenas pela vitória em si, mas também pelo tempo que marcou.

Campeão olímpico e mundial, Usain Bolt completou os 100 metros em 9s95 e deixou para trás o norte-americano Isiah Young (9s98) e o sul-africano Akani Simbine (10s02). Foi a primeira vez no ano que ele correu a prova em menos de 10 segundos. E o feito ocorreu em sua última disputa antes do Mundial de Atletismo, que ocorrerá entre 5 e 13 de agosto, em Londres, e será a competição derradeira de sua carreira.

"É sempre bom vencer. Meu tempo está melhorando no momento certo", celebrou o recordista mundial dos 100 metros. "Eu sempre estou aqui pela torcida e é claro que sentirei a falta dessa vibração na pista. Está sendo um mix de emoções: feliz pela minha carreira, triste pelo fim".

Outro campeão olímpico e mundial a vencer nesta sexta-feira foi o sul-africano Wayde van Niekerk ao completar os 400 metros em 43s73 e deixar Isaac Makwala (43s84) e Baboloki Thebe (44s26), ambos de Botswana, na segunda e terceira posições.

Consagrando a boa sexta-feira dos sul-africanos, Caster Semenya também conquistou o ouro nos 800 metros. Campeã olímpica e mundial, ela completou a prova em 1min55s27 e foi seguida por Francine Niyonsaba, de Burundi, e Ajee Wilson, dos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMônacoUsain Bolt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.