Marcus Brandt/EFE
Marcus Brandt/EFE

Michael Phelps elogia César Cielo: 'Ele é incrível'

Norte-americano afirma que o brasileiro é com certeza o melhor velocista da atualidade

Valéria Zukeran, Agencia Estado

30 de julho de 2009 | 21h05

Michael Phelps, maior campeão olímpico de todos os tempos - com 14 medalhas de ouro -, prestou reverência a César Cielo. O norte-americano, que não participou de nenhuma final nesta quinta-feira, resolveu assistir às disputas do Mundial das arquibancadas do Foro Itálico de Roma.

Veja também:

mais imagens GALERIA DE FOTOS: As medalhas do Brasil em Roma

linkCielo é ouro nos 100 m livre e bate recorde  

Sem camisa, descontraído, ele viu o brasileiro conquistar o ouro nos 100 metros livre e bater o recorde mundial (46s91). Depois, mostrou preocupação para o prosseguimento de sua carreira, já que pretende disputar a prova na Olimpíada de Londres, em 2012.

Depois da final dos 100 metros livre, Phelps deu entrevista à rede de tevê norte-americana NBC e não poupou elogios a César Cielo. "Ele é incrível, com certeza o melhor velocista da atualidade", afirmou o supercampeão. "Hoje eu não teria a mínima chance de bater o brasileiro", reconheceu.

Phelps pensou em disputar os 100 metros livre no Mundial de Roma, mas desistiu durante a realização das seletivas norte-americanas, há um mês, quando alegou um torcicolo para não tentar o índice nesta prova. De qualquer maneira, já ficou claro que ele não conseguiria vencer César Cielo.

Durante a disputa do revezamento 4x100 metros livre no Mundial, Phelps abriu a série para a equipe dos Estados Unidos, assim como César Cielo fez no Brasil. E o nadador brasileiro foi bem mais rápido e deixou o supercampeão para trás, apesar de a medalha de ouro ter ficado com os norte-americanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.