Michael Phelps está de volta

Dois meses após a brilhante atuação nos Jogos Olímpicos de Atenas, o fenomenal Michael Phelps, que deixou a Grécia com oito medalhas, seis delas de ouro, volta a competir com a seleção dos Estados Unidos. A partir desta quinta-feira Phelps disputa o Mundial de Indianápolis, em piscina curta, de 25 metros, instalada temporariamente na quadra de basquete do Conseco Fieldhouse, do Indiana Pacers, da NBA. Phelps será o destaque entre os 600 nadadores de 100 países, incluindo 24 brasileiros. O Mundial começa às 11h30 desta quinta e termina na segunda-feira. Phelps, de 19 anos, nadará seis provas até segunda-feira: 200 m e o revezamento 4 x 200 m livre, os 200 m borboleta, os 100, 200 e 400 m medley. O nadador considera esse Mundial uma oportunidade de aperfeiçoamento técnico das viradas ? mais importante em piscina curta. ?A virada não é o meu ponto forte, mas não diria que é uma desvantagem, porque me obriga a trabalhar para melhorar?, disse Phelps.Para o Brasil, o Mundial de Indianápolis é o ponto de partida do novo ciclo olímpico. A equipe brasileira está renovada e a nova geração, mais homogênea, terá de se prepararar para o Pan do Rio, em 2007, e a Olimpíada de Pequim, em 2008.O Mundial de Indianápolis terá eliminatórias, semifinais e finais para as provas de 50 m e 100 m, e nas demais apenas eliminatórias e finais. Nesta quinta-feira nadam Rafael Mósca e Rodrigo Castro, buscando vaga na final nos 200 m livre, primeira das provas de Phelps.Rebeca Gusmão disputa os 50 m peito (é recordista sul-americana com 31s96). Guilherme Guido nada os 100 m costas, mas Joanna Maranhão não entrará nos 200 m borboleta. Suas prioridades são o revezamento 4 x 200 metros livre e os 400 m medley, em que aparece com o 6.º melhor tempo entre as competidoras e que terá as três medalhistas olímpicas, a ucraniana Yanna Klochkova, a americana Katlin Sandeno e a argentina Georgina Bardach.Tentam um lugar nas semifinais Eduardo Fischer (bronze nos 50 m peito em Moscou/2002) e Henrique Barbosa, nos 100 m peito; Fabíola Molina e Talita Ribeiro nos 100 m costas; Kaio Márcio e Marco Sapucaia, nos 100 m borboleta.Os revezamentos entram na disputa com o sexto melhor tempo. Nas eliminatórias, o Brasil terá no 4 x 100 m Nicholas dos Santos, César Cielo Filho, Christiano Santos e Thiago Pereira e no 4 x 200 m Paula Baracho, Isabela Amblard, Tatiana Lemos e Joanna Maranhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.