Michael Phelps: o dono de 19 medalhas olímpicas

Em três Olimpíadas (Atenas, Pequim e Londres), o americano escreveu seu nome na história dos Jogos

Robson Morelli, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2012 | 19h29

SÃO PAULO - Antes mesmo de encantar o mundo e roubar a cena no Cubo D'água de Pequim, conquistando nada menos do que oito medalhas de ouro nos Jogos da China, Michael Phelps já era um fenômeno. Em Atenas, quatro anos antes, o menino americano com cara de nerd e que aprendeu a nadar aos 8 anos, já  tinha seu nome reverenciado nos Jogos da Era Moderna. Na Grécia, onde tudo começou, para ele e para a Olimpíada, Phelps chamava a atenção com seu desempenho individual e também no time dos Estados Unidos. Foram 8 medalhas: 6 de ouro e duas de bronze. 

 

Os gregos aplaudiram Phelps, mas não reverenciaram o nadador como os chineses. Em Pequim foi a Olimpíada de Phelps. Além de ser o mais rápido em sua modalidade, o americano era invejado (no bom sentido) e temido por todos os nadadores rivais e de seu próprio país. Phelps já era um fenômeno, difícil de ser superado. E enquanto os competidores se revezavam na escolha dos maiôs superpotentes, Phelps era o mais rápido graças às suas braçadas e envergadura na piscina.

Um simples treino seu no Cubo D´água de Pequim era motivo de agitação. Não foram poucas as vezes em que os concorrentes pararam na água para vê-lo nadar. Em Londres, Phelps ainda era Phelps até a primeira vez que caiu na piscina. O quarto lugar nos 400m medley sinalizavam que os quatro anos de Pequim/08 para Londres/12 teriam seu peso. Havia competidores mais novos e rápidos que ele. Phleps, e até ele, enfrentava em Londres a sina de todo competidor olímpico: os anos nas costas.

Mas ele não precisava muito para alcançar outro feito, o de maior medalhista de todos os tempos nos Jogos. Precisa de mais três medalhas apenas. E conseguiu todas elas nesta terça-feira, 31 de julho. Até hoje, em Londres, Phelps já tem um ouro e duas pratas (veja a relação de todas as medalhas abaixo). Com 19 conquistas, superou a ginasta russa Larisa Latynina, que participou dos Jogos de Melbourne/56, Roma/60 e Tóquio/64. Phelps ainda participará em Londres de mais três tentativas, podendo terminar sua história com 22 medalhas olímpicas, portanto: um feito somente para os deuses do Olímpo.

AS MEDALHAS DE MICHAEL PHELPS

ATENAS/2004

6 ouros

100 borboleta: ganhou do americano Ian Crocker e do ucraniano Andriy Serdinov

200 borboleta: ganhou do japonês Takashi Yamamoto e do britânico Stephen Parry

200 medley: ganhou no americano Ryan Lochte e do rival de Trinid George Bovell

400 medley: ganhou do americano Erik Vendt e do húngaro Laszlo Cseh

4x200 livre: nadou com o time dos EUA - Ryan Lochte, Peter Vanderkaay e Keller Klete

4x100 medley: Phelps não nadou a final, mas participou das semifinais com o time dos EUA

2 bronzes

200 medley: ganhou do australiano Ian Thorpe e do holandês Pieter van den Hoogenband

4x100 livre: nadou com Ian Crocker, Neil Walker e Jason Lezak

PEQUIM/2008

8 ouros

400 medley: ganhou do húngaro Laszlo Cesh e do americanos Ryan Lochte

4x100 livre: nadou com Cullen Jones, Jason Lezak e Garrett Weber-Gale

200 livre: ganhou do sul-coreano Park Taehwan e do americano Peter Vanderkaay

200 borboleta: ganhou do húngaro Laszlo Cseh e do japonês Takeshi Matsuda

4x200 livre: nadou com Ricky Berens, Ryan Lochte e Peter Vanderkaay

200 medley: ganhou do húngaro Laszlo Cesh e americanos Ryan Lochte

100 borboleta: ganhou do sérvio Milorad Cavic e do australiano Andrew Lauterstein

4x100 medley: nadou com Hansen, Aaron Peirsol e Jason Lezak

LONDRES/2012

1 ouro

4x200 Livre: nadou com Ryan Lochte, Ricky Berens e Conor Dwyer

2 pratas

200 borboleta: ganhou do sul-africano Chad Le Clos e do japonês Takeshi Matsuda

4x100 livre: nadou com Nathan Adrian, Cullen Jones e Ryan Lochte

 

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.