Openspace
Openspace

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Michael Phelps prefere que seu filho Boomer seja golfista

Maior nadador da história sabe a pressão que seria se o garoto escolhesse a natação

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2017 | 18h13

Aposentado das competições, Michael Phelps revela que não pensa que seu filho Boomer, de um ano e meio, possa seguir seus passos nas piscinas. Maior atleta olímpico da história e dono de 28 medalhas nos Jogos, sendo 23 de ouro, o nadador garante que não vai forçar a barra para que seu herdeiro seja um atleta.

+ Phelps exalta a Olimpíada no Rio

"Ele vai aprender a nadar, isso tenho certeza, mas se quiser ser nadador, é ele quem vai decidir. Quero que ele tenha uma vida própria, pois sei o quanto é importante que meu filho encontre a paixão dele", comentou Phelps, durante evento na HSM Expo 2017, em São Paulo, no Transamérica Expo Center.

 

Phelps contou um pouco de sua trajetória para o público presente, estimado em mais de 3 mil pessoas. Falou sobre seu início de carreira e brincou ao seu comparar com Boomer. "Ele não para, é igual ao pai. Pega o taco de golfe, toca bateria ou violão, é inquieto o tempo todo. Se fosse escolher, preferia que ele fosse golfista", disse.

Seu técnico, Bob Bowman, que também participou da palestra, concorda com o pupilo. "Eu acho que o Boomer não deve nadar, é uma pressão muito grande. É como se o filho do Michael Jordan decidisse jogar basquete. Melhor ir para o golfe mesmo", brincou o treinador, provocando risos na plateia.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Michael Phelps Olimpíada Natação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.