Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Mick Fanning se despede em Bells Beach, etapa onde tudo começou

Tricampeão mundial vai disputar o último evento na elite e, para Gabriel Medina, fará muita falta no circuito internacional

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2018 | 07h02

Tricampeão mundial, o australiano Mick Fanning dará seu adeus às competições a partir desta terça-feira, quando às 17h (horário de Brasília) será feita a primeira chamada do Rip Curl Pro Bells Beach, que tem prazo até o dia 8 de abril para terminar. O evento mais tradicional do Circuito Mundial de Surfe terá a presença de 11 brasileiros.

+ ENTREVISTA EXCLUSIVA - Adriano de Souza

Para Gabriel Medina, o ídolo e amigo será uma ausência muito sentida. “Desde o começo da minha carreira o Mick foi uma inspiração. Ele é meu ídolo! E conhecendo ele de perto, me inspiro mais ainda, pois sempre foi um cara incrível. Ele fará muita falta no circuito”, disse o brasileiro, que também é patrocinado pela Rip Curl, a mesma de Mick Fanning.

O local de competição da segunda etapa do Circuito Mundial traz ótimas lembranças ao australiano. Foi lá que Fanning ganhou sua primeira etapa na elite, em 2001, quando era um convidado do evento e tinha apenas 19 anos. Hoje, aos 34, já fez seis finais em Bells e ganhou o troféu com o famoso sino outras três vezes, se igualando a Kelly Slater e Mark Richards como os grandes campeões da etapa.

Aos 36 anos, ele decidiu parar por não conseguir mais dar 100% de si em cima da prancha e porque percebeu que não tem mais condições de disputar o título. Sem grandes ambições, prefere não competir em todas as 11 etapas e preferiu anunciar sua saída do Circuito. “Sempre tive em mente que meu último evento no Tour seria Bells. Foi lá onde basicamente eu comecei minha carreira, foi minha primeira vitória no CT, e eu me sinto realmente conectado lá”, explicou.

No masculino, o Brasil estará representado por Gabriel Medina, Adriano de Souza, Filipe Toledo, Tomas Hermes, Willian Cardoso, Michael Rodrigues, Caio Ibelli, Italo Ferreira, Ian Gouveia, Yago Dora e Jessé Mendes. O único que já venceu a etapa em Bells foi Adriano de Souza, em 2013. No feminino, Silvana Lima será a única representante do País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.