Mike Tyson admite estar falido

O boxeador norte-americano Mike Tyson, de 37 anos, admitiu estar falido. Por meio de um comunicado, seus representantes informaram que o pugilista ?busca controlar sua vida e resolver seus problemas financeiros?. ?Ele confiou a outras pessoas a administração de seus assuntos e descobriu que suas dívidas são maiores que sua renda?, afirmou Debra Grassgreen, advogada de Tyson. ?Agora ele terá de vender suas propriedades para ajustar seus assuntos financeiros.? Tyson, que acumulou mais de US$ 300 milhões em sua carreira, gastou muito dinheiro na compra de mansões, carros de luxo e presentes para seus amigos. O ex-campeão mundial dos pesos pesados tem uma ação na Justiça contra o empresário Don King de US$ 100 milhões, que irá a julgamento em setembro. King, que dirigiu a carreira do Iron Man de 1988 a 1997, também move um processo, no mesmo valor, contra o ex-pupilo. No começo do ano, Tyson precisou pagar à sua ex-mulher, Monica Turner, US$ 6,5 milhões após um processo de divórcio. Além dos problemas financeiros, Tyson poderá voltar à cadeia. No mês passado, ele se declarou inocente, ao ser acusado de agressão a dois homens em 21 de junho em um hotel no Brooklin, Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.