Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Milan desafia favoritismo do Barcelona na Liga dos Campeões

Candidatos ao título se enfrentam na 1.ª rodada da fase de grupos, que terá mais sete jogos nesta terça

, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2011 | 00h00

BARCELONA - A fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa começa nesta terça-feira com oito jogos, vários deles envolvendo equipes de tradição e até cotadas para o título. Nenhum, porém, tem o peso do confronto entre Barcelona e Milan a partir das 15h45 (horário de Brasília), no Camp Nou. Juntos, os dois clubes conquistaram 11 taças do torneio de clubes mais importante do Velho Continente.

Atual campeão, o Barça inicia a luta para manter a hegemonia na Europa. Sob a batuta do craque argentino Lionel Messi, o time espanhol está ainda mais forte em relação à última temporada com a chegada de Cesc Fábregas (ex-Arsenal).

O outro reforço da equipe catalã, o atacante chileno Alexis Sánchez, ex-Udinese, sofreu uma ruptura do bíceps femoral da perna direita e deve ficar dois meses fora de combate.

"A própria história já diz o tamanho da importância do jogo. Estamos iniciando uma nova competição e é sempre bom começar com o pé direito", afirmou o lateral-direito Daniel Alves. "O mais importante é que o Barcelona sempre quer crescer e quer melhorar. O fundamental foi a base que foi mantida e as contratações sempre melhoraram nosso grupo."

O Milan também aposta na base da última temporada. Chegaram quatro reforços sem peso: zagueiro Mexès, o lateral-esquerdo Taiwo, o volante Aquilani e o meia Antonio Nocerino.

DESFALQUES MILANESES

Para o jogo desta terça, porém, o time sofre com desfalques. O atacante sueco Ibrahimovic sentiu ontem pela manhã uma lesão muscular no adutor direito durante o último treino e nem viajou para Barcelona. Outro que está fora por causa de lesão é Robinho.

Assim, o técnico Massimiliano Allegri confirmou Alexandre Pato no comando do ataque apesar de o brasileiro ser criticado por parte da imprensa italiana por não manter na Copa dos Campeões o nível apresentado nos jogos do Campeonato Italiano- em 20 partidas pelo torneio continental, balançou as redes apenas cinco vezes.

"A média de gols do Pato no Milan é muito alta, as minhas escolhas não dependem de quantos gols ele fez na Copa dos Campeões. Pato tem 22 anos, muito espaço para melhorar e sei que jogará muito bem contra o Barcelona", afirmou o treinador. "O Barça joga sempre da mesma maneira, são muito bons tecnicamente e as características da partida favorecem o Pato."

ENCONTRO ADIADO 

A lesão sofrida nesta segunda por Ibrahimovic adiou o esperado reencontro do atacante com o técnico do Barcelona, Pep Guardiola. O sueco chegou a declarar que sua saída do clube foi motivada pelo técnico.

E Guardiola não baixou a guarda. "Não me importa o que ele disse, minha opinião sobre ele não muda", afirmou o treinador espanhol. "Preferia que jogasse contra nós, porque é sempre melhor que o rival tenha todos os seus grandes jogadores."

Veja também:

linkGuardiola lamenta não poder reencontrar Ibrahimoc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.