Milan sem Kaká perde em casa e aumenta crise

O Campeonato Italiano teve disputadas apenas 8 de suas 38 rodadas, mas o Milan pode logo sair da briga pelo título. Pelo menos se mantiver o ritmo lerdo e o futebol instável mostrados até agora. O mais recente fiasco ocorreu ontem, em casa, diante de quase 51 mil pagantes, decepcionados com a derrota por 1 a 0 para o Empoli - gol de Saudati aos 15 minutos da fase final.O técnico Carlo Ancelotti abriu mão de Kaká, em sua opinião desgastado por causa dos jogos do Brasil nas Eliminatórias, e ficou sem ninguém para armar o jogo do Milan. O atual campeão europeu fez apresentação medíocre e, com apenas dez pontos, se manteve na 11.ª colocação - bem distante da rival e líder Internazionale, que no sábado fez 1 a 0 sobre a Reggina e já soma 20 pontos.A Juventus cumpriu seu papel, ao bater o Genoa por 1 a 0, em Turim, gol de Del Piero, e foi a 17 pontos. Com isso, segurou a vice-liderança, mas perdeu o meia checo Nedved, expulso por reclamação depois de a partida ter terminado. A Fiorentina desponta como sombra: ganhou do Siena por 3 a 0 (Pazzini, Mutu, Vieri) e está no terceiro lugar, com 16 pontos.Embaraçosa é a situação do Livorno, que perdeu em casa para a Lazio por 1 a 0 (gol de Pandev) e segue firme na lanterna, com 2 pontos e nenhuma vitória. A Reggina, com 4, está na penúltima colocação.

O Estadao de S.Paulo

22 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.