Washington Alves/Reuters
Washington Alves/Reuters

Cruzeirenses param Belo Horizonte e festejam título da Copa do Brasil

Jogadores e comissão técnica desfilaram em um trio elétrico, apesar da chuva que caiu na capital mineira

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2018 | 20h10

A chuva insistente não diminuiu o entusiasmo de milhares de cruzeirenses pelas ruas de Belo Horizonte, nesta quinta-feira, durante as festividades pela sexta conquista da Copa do Brasil. À frente do trio elétrico, que conduziu jogadores e comissão técnica, estavam o goleiro Fábio, o zagueiro Léo, o volante Lucas Silva, o zagueiro Dedé e a taça conquistada sobre o Corinthians, na Arena Corinthians, em Itaquera, na última quarta.

Vindo do Aeroporto dos Confins, o desfile teve de parar próximo à Avenida dos Andradas, já na região central da capital mineira, ao ser cercado por centenas de torcedores. O trânsito foi interrompido e várias ruas nas cercanias precisaram ser fechadas.

A tradicional Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, ficou totalmente tomada pelos torcedores, que foram incentivados por um trio elétrico. "Agora, a praça vai chamar 'Praça Seis'", disse o zagueiro Dedé, referindo-se às seis conquistas do time mineiro na competição nacional.

Em seguida, o desfile foi para o Barro Preto, onde fica a sede administrativa e o Parque Esportivo do Cruzeiro, após mais de quatro horas de festividades.

Com a vaga garantida na próxima Copa Libertadores da América, o Cruzeiro tem poucas pretensões no Campeonato Brasileiro. O time é o décimo colocado, com 37 pontos, e volta a jogar neste domingo, às 19 horas, no Mineirão, diante da Chapecoense. Mais comemorações são previstas pela diretoria para antes do jogo.

 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.