Kirstin Scholtz/WSL
Kirstin Scholtz/WSL

Mineirinho supera algoz de brasileiro e avança nas águas da Austrália

Surfista brasileiro ainda pode assumir a liderança da competição

O Estado de S. Paulo

17 de abril de 2015 | 09h12

O Brasil continua vivo na disputa em Margaret River, na Austrália, pela terceira etapa do Circuito Mundial de Surfe. Nesta quinta-feira, Adriano de Souza, o Mineirinho, levou a melhor sobre o neozelandês Ricardo Christie, que havia tirado o brasileiro Filipe Toledo da disputa anteriormente, e avançou para a quarta rodada.

Mineirinho não começou bem em sua bateria, mas pegou um tubo de levantar o público e recebeu 7,83 pontos pela manobra. No contagem final, o brasileiro ficou com 9,60 e desbancou o rival, que não conseguiu um bom desempenho no mar australiano e deixou as águas com apenas 4,37.

O surfista do Guarujá poderá assumir a liderança da competição e, para isso, será preciso avançar às quartas de final. Caso ele seja eliminado e o australiano Julian Wilson ganhe a etapa, o rival assumirá a ponta.

Único brasileiro a passar diretamente para a terceira rodada, Miguel Pupo não teve a mesma sorte em Margaret River. O surfista paulista travou uma disputa equilibrada com o americano Nat Young, mas acabou superado por 13,50 a 12,37 e se despediu com a 13ª posição.

Outro que deu o que falar na Austrália foi Jay Davies. Depois de despachar o atual campeão mundial Gabriel Medina na segunda rodada, o surfista convidado protagonizou mais uma zebra ao eliminar o tricampeão mundial Mick Fanning. Davies somou 16,83 pontos, enquanto o rival registrou 13,90 e deu adeus à disputa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.