Lee Jin-Man/AP
Lee Jin-Man/AP

Ministro sul-coreano quer formar equipe conjunta com Coreia do Norte em Olimpíada

Do Jong-Whan revelou em entrevista à agência sul-coreana Yonhap que vem conversando com o ministro norte-coreano dos Esportes, Kim Il-guk

Estadão Conteúdo

22 Agosto 2018 | 10h13

Quatro dias depois do desfile conjunto das duas Coreias nos Jogos Asiáticos, o ministro da Cultura, Esportes e Turismo da Coreia do Sul, Do Jong-Whan, sugeriu nesta quarta-feira que os dois países formem equipes conjuntas para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

O ministro revelou em entrevista à agência sul-coreana Yonhap que vem conversando com o ministro norte-coreano dos Esportes, Kim Il-guk, sobre esta possibilidade. A conversa aconteceu durante a disputa dos Jogos Asiáticos, em Jacarta, onde os dois países já contam com times integrados.

A atuação em conjunto começou logo na cerimônia de abertura do evento que está sendo disputado na Indonésia. As delegações dos dois países desfilaram conjuntamente, sob a mesma bandeira, que traz o mapa da península coreana.

"Falamos sobre o que podemos fazer sobre os times unificados antes da Olimpíada de Tóquio. E estamos trocando opiniões para manter diálogos regulares sobre os esportes intercoreanos, a partir da qual poderemos discutir a formação de mais equipes conjuntas", disse o ministro da Coreia do Sul.

As duas Coreias já haviam competido juntos em algumas modalidades nos Jogos Olímpicos de Inverno deste ano, disputado na Coreia do Sul. O time de hóquei, por exemplo, contava com jogadoras dos dois países divididos desde a Guerra da Coreia, deflagrada em 1950 - o confronto teve cessar-fogo três anos depois.

Nos Jogos Asiáticos, que começaram no dia 18 e vão até 2 de setembro, as duas Coreias competem juntas no basquete feminino, no remo e na canoagem.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.