Ministros do Brasil reclamam do trânsito londrino

Na quarta-feira, 25, apenas dois carros da comitiva ganharam passes especiais, e foram usados por Dilma e sua delegação.

Jamil Chade, ENVIADO ESPECIAL / LONDRES, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2012 | 03h06

Ministros brasileiros se queixam do engarrafamento de Londres e usam o exemplo para apontar como o Rio e cidades brasileiros não podem ser acusadas por problemas de transporte. Ontem, ao desembarcar em Londres, os ministros que acompanham a presidente Dilma Rousseff foram transportados ao hotel Ritz, no centro da cidade, em veículos sem qualquer privilégio. Apenas dois carros da comitiva ganharam passes especiais, e foram usados por Dilma e sua delegação.

Os demais ficaram presos no engarrafamento na entrada da cidade e em horário de pico. Questionado sobre o que tinha visto ao chegar em Londres, o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, ironizou: "Vi engarrafamento". Gastão Vieira, ministro do Turismo, foi outro que destacou o problema de transporte na capital inglesa. "Houve queixas em relação ao trânsito na Rio+20. Mas essa é uma situação real", destacou. / J.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.