Minotauro arrasa rival americano e adia aposentadoria

Três cirurgias, mais de um ano sem lutar e apenas quatro meses de treinamento intensivo para o UFC Rio. A desconfiança sobre o peso pesado Minotauro era tão grande que, se perdesse, ele seria aposentado por Dana White, presidente do UFC. Mas o baiano, de 35 anos, provou que ainda está em forma ao vencer por nocaute o americano Brendan Schaub.

Bruno Lousada e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2011 | 00h00

Dana White revelou após a vitória arrasadora ainda no primeiro round. "Se perdesse, eu sentaria com ele e conversaria sobre sua aposentadoria. Eu gosto muito dele, respeito sua carreira, mas existe um monte de jovens lutadores que são fortes, rápidos e agressivos", disse. "Não quero que ninguém se machuque no UFC. O Minotauro é uma lenda, tem muita coisa a fazer pelo MMA, mesmo sem ser lutador. Mas ele venceu e eu vou falar o quê? Não vou fazer nada."

Minotauro viu o público ovacioná-lo de pé. "O Brandon Schaub passou a semana me provocando, disse que iria me dar um nocaute, mas foi a cabeça dele que rolou." O Minotauro realmente está de volta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.