Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Minotauro vence por nocaute e mostra que ainda tem lenha para queimar

Lutador brasileiro derrotou Brendan Schaub com pouco mais de três minutos de luta

Bruno Lousada e Paulo Favero, estadão.com.br

27 de agosto de 2011 | 23h14

RIO - Na primeira luta do card principal, o paulista Luiz Banha acabou perdendo ainda no primeiro round para o búlgaro Stanislav Nedkov, por nocaute técnico. O brasileiro vinha dominando a luta, mas acabou levando um soco, ficou desnorteado e acabou levando uma sequência de golpes. Foi a primeira derrota brasileira no UFC Rio.

Mas logo em seguida Minotauro fez a alegria da torcida, ao nocautear Brendan Schaub com pouco mais de três minutos de luta. Mesmo tendo como ponto forte a luta no solo, o brasileiro trocou socos com o norte-americano e levantou a Arena HSBC com uma ótima luta.

"Eu vim de três cirurgias, passei um ano parado, quatro meses e meio andando de muleta. Tive pouco tempo para treinar, mas fiz isso por vocês", disse, para delírio da massa, que não parava de cantar seu nome. Ele vibrou muito até porque lutou na presença de seus amigos e familiares. O lutador de 35 anos mora no Rio de Janeiro, bem perto da arena onde foi realizado o UFC Rio.

Logo em seguida, em um confronto equilibrado, o brasileiro Edson Barboza, do peso leve, superou o britânico Ross Pearson em decisão dividida dos juízes. "Eu quero mais. Pretendo lutar o máximo possível, para ficar cada vez mais casca grossa", disse o carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.