Miranda anuncia saída. Sem o São Paulo saber

Enquanto diretoria dizia negociar renovação do contrato, zagueiro divulgava acordo com o Atlético de Madrid para julho

Giuliander Carpes, O Estado de S.Paulo

08 de janeiro de 2011 | 00h00

A novela que envolvia a renovação do contrato de Miranda com o São Paulo terminou ontem. E com final triste para o clube. Depois de muitos boatos e negativas, o zagueiro anunciou que assinou mesmo um pré-contrato com o Atlético de Madrid, clube ao qual se apresenta em julho. O desfecho frustrou a diretoria tricolor, que ainda tinha esperança de contar com o jogador por mais tempo e até faturar com uma transação para o exterior.

A contratação foi anunciada pelo técnico do time espanhol, Quique Sánchez Flores, havia mais de uma semana, mas os dirigentes tricolores desmentiam a transferência. Diziam que Miranda não avisou ninguém e continuavam negociando a renovação de contrato. O zagueiro, por sua vez, não se pronunciava.

Ontem, enquanto o técnico Paulo César Carpegiani contava que tivera uma conversa com o jogador e recebera a garantia de que nenhum contrato havia sido assinado, Miranda, por meio de sua assessoria de imprensa, enviava um comunicado. "Sempre sonhei voltar à Europa (teve passagem rápida pelo Sochaux, da França, em 2005), mas para uma equipe de maior expressão. Acertei com o Atlético de Madrid porque, além de ser um excelente contrato (três anos), é uma grande oportunidade", disse.

Os dirigentes tricolores não foram encontrados para comentar a notícia. Miranda contou que conversou pessoalmente com Juvenal Juvêncio e que o presidente são-paulino lhe agradeceu pelos quatro anos e meio de dedicação ao clube. "O torcedor pode ter certeza de que minha dedicação nestes seis últimos meses será a mesma que marcou minha carreira", garantiu o zagueiro.

Corinthians. Ronaldo continua treinando apenas na academia e, pelo quarto dia consecutivo, não foi a campo em Itu, onde o Corinthians realiza a pré-temporada. O atacante só deve treinar com bola a partir da semana que vem. Além de Dentinho, que sofreu uma pancada no quadril, Jorge Henrique também foi poupado, ontem, do treino com bola. Ele sentiu dores no tendão de Aquiles do pé direito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.