Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Missy Franklin fatura 3.º ouro no Mundial nos 200m livre

Norte-americana, de 18 anos, cravou a marca de 1min54s81 na competição em Barcelona

AE, Agência Estado

31 de julho de 2013 | 15h09

BARCELONA - Nova sensação da natação, a norte-americana Missy Franklin voltou a dar mostras de sua soberania nesta quarta-feira, ao conquistar sua terceira medalha de ouro no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo disputado em Barcelona, na Espanha. A nadadora de 18 anos não deu chances para as rivais e faturou o título dos 200m livre.

Franklin cravou a marca de 1min54s81, à frente da italiana Federica Pellegrini, que marcou 1min55s14 e ficou com a prata, e da francesa Camille Muffat, bronze com 1min55s72. A norte-americana assumiu a liderança da prova após a virada dos primeiros 50 metros e disparou. Pellegrini ainda ameaçou e quase a ultrapassou no final, mas o ouro já estava garantido.

Missy Franklin já havia faturado o ouro no revezamento 4x100 livre e nos 100m costas e chegou a desistir das semifinais dos 50m costas para focar nos 200m livre. A norte-americana ainda disputará outras quatro provas neste Mundial e se mantiver os 100% de aproveitamento - ganhou as três provas que disputou - deixará Barcelona com sete medalhas de ouro.

Ainda nesta quarta-feira, a China faturou mais uma medalha de ouro, desta vez nos 800m livre masculino. Yang Sun cravou 7min41s36 e ficou com o ouro, seguido pelo norte-americano Michael McBroom que nadou em 7min43s60 e levou a medalha de prata. O bronze foi conquistado pelo canadense Ryan Cochrane, com a marca de 7min43s70.

SALTO ORNAMENTAL

A quarta-feira marcou a final de uma prova inédita em disputas de Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos. Orlando Duque ficou com a medalha de ouro no salto ornamental de 27 metros, prova na qual o competidor deve saltar de um penhasco para uma piscina. O colombiano marcou 590.20 pontos para vencer, seguido pelo britânico Gary Hunt, com 589.30, e o mexicano Jonathan Paredes, com 578.35.

QUADRO DE MEDALHAS

Com o encerramento de mais um dia de competições em Barcelona, a China permanece na liderança do quadro de medalhas, com 11 ouros, seis pratas e três bronzes, seguida dos Estados Unidos, com oito ouros, sete pratas e quatro bronzes. A Rússia, em terceiro lugar, soma sete ouros, quatro pratas e três bronzes.

Já o Brasil ocupa a quinta colocação, com dois ouros (Poliana Okimoto nos 10km da maratona aquática e Cesar Cielo nos 50m borboleta), duas pratas (Poliana Okimoto nos 5km da maratona aquática e Ana Marcela Cunha nos 10km da maratona) e três bronzes (Ana Marcela Cunha nos 5km da maratona aquática, prova por equipes da maratona aquática e Felipe Lima nos 100m peito).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.