Moças do softbol se rendem à bela Jennie

Brasileiras, que até posaram para revista para atrair torcedores, perdem dos EUA e de Cuba e estão quase fora

Ubiratan Brasil, O Estadao de S.Paulo

07 de julho de 2026 | 00h00

Depois de um atraso de duas horas, o torneio de softbol finalmente começou ontem, revelando a esperada hegemonia dos Estados Unidos: venceram o Brasil (7 a 0) e a Colômbia (4 a 0), em duas partidas seguidas, disputadas na Cidade do Rock. As brasileiras ainda enfrentaram Cuba e perderam por 1 a 0, dificultando suas chances de classificação para a semifinal - hoje o time enfrenta a Colômbia, ao meio-dia, e para ter alguma chance futura depende de uma combinação de resultados.Depois de dois dias de adiamento (por causa de danos provocados por chuva e vento), apenas 120 torcedores acompanharam a abertura da rodada, a grande maioria formada por conhecidos das jogadoras nacionais. Com isso, ainda não surtiu efeito a estratégia armada pela Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol, que preparou um kit de divulgação para tornar o esporte mais conhecido. E o caminho encontrado foi um ensaio sensual das jogadoras, que aparecem apenas de camisetas, bolas, tacos e luvas.A intenção, segundo a jogadora Vivian Morimoto, era apenas apoiar o esporte, sem nenhuma conotação sexual - com isso, garante, elas conseguiram aprovação da maioria dos pais e amigos.Para elas, o mais interessante é o intercâmbio que o Pan tem proporcionado. ''''A derrota para os Estados Unidos, por exemplo, pode ser um motivo de orgulho, pois oferecemos mais dificuldades do que as adversárias esperavam'''', comentou a arremessadora Cinthia Kudo. ''''Para se ter uma idéia, as americanas não conseguiram nenhum home run.''''O jogo, aliás, no entender do técnico Taketomi Simon, não seria um grande divulgador para a equipe brasileira, por causa das diferenças técnicas. ''''O desnível é muito grande e não tínhamos qualquer pretensão de vencer essa partida'''', afirmou. O destaque americano foi uma jogadora conhecida dos fãs de softbol: a arremessadora Jennie Finch, apontada como uma das melhores do esporte.Para ela, os jogos foram fáceis. ''''Arremessamos bem e isso facilitou'''', disse Finch, sensibilizada com o esforço de funcionários da Cidade do Rock e de voluntários que, a partir das 5 horas da manhã, apressaram-se para secar o campo. ''''O espaço foi muito castigado, mas os responsáveis fizeram um grande esforço para colocá-lo em condições de uso.''''JOGADORA MODELOJennie é uma bela loura de traços delicados. Uma beleza impressionante, que a levou a derrotar a tenista Anna Kournikova em uma disputa promovida pelo canal ESPN sobre qual das duas era a atleta mais bonita. Jennie também figurou como modelo na tradicional edição da revista Sports Illustrated vestindo roupa de banho no ano passado. Além disso, foi também convidada para posar nua para a Playboy.Apesar do cachê, que pessoas ligadas à norte-americana garantem que era milionário, a jogadora recusou. ''''Minha decisão'''', afirmou Jennie Fich, ''''sempre foi a de me manter afastada dessas atividades, embora reconheça que os músculos de uma mulher podem render belas fotos''''.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.