Molina e Rodrigues voltam a superar índices para Mundial

Concluído o terceiro dia de disputa, a Tentativa Mundial segue sem classificar nenhum brasileiro para o Mundial de Desportos Aquáticos de Xangai, em julho. Nesta sexta-feira, Fabíola Molina e Henrique Rodrigues foram os únicos a superar os índices estipulados pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), mas ambos já estavam garantidos na China.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2011 | 19h35

Nos dois primeiros dias do torneio, apenas César Cielo havia nadado mais rápido que o índice, nos 100 m livres, mas ele também já estava garantindo na prova no Mundial.

A Tentativa acontece no Parque Aquático Júlio Delamare, no Rio, e não tem caráter de competição. Menos de uma centena de nadadores fazem a tomada de tempo nesta que é a segunda chance de índice para os brasileiros. Antes, eles tiveram o Pan-Pacífico do ano passado. Na primeira semana de maio, têm a última oportunidade no Troféu Maria Lenk.

Nos 100 m nado de costas, Fabíola Molina bateu 1min00s89, abaixo 19 centésimos do índice da CBDA. Já nos 200 m peito, Henrique Rodrigues nadou abaixo de 2 segundos (1min59s02) e voltou a superar os 2min00s19 exigidos.

Atletas de ponta como Diogo Yabe, Joanna Maranhão, Leonardo de Deus e Guilherme Guido fizeram tomada de tempo, mas passaram longe do índice em suas provas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.