Montadoras usam provas longas como laboratório

As provas de endurance - ou seja, de longa duração - sempre foram grandes laboratórios para as montadoras. É neste tipo de corrida que a indústria automobilística coloca, sob testes, algumas das novidades que, no futuro, serão utilizadas em larga escala na fabricação dos carros de rua. A bola da vez no Mundial é o sistema híbrido, em que o carro é movido por um motor a combustão e outro, elétrico.

O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2012 | 03h07

A Audi conseguiu, este ano, um marco nesta tecnologia, que permite economia de combustível fóssil - seja gasolina ou diesel. Pela primeira vez, um híbrido conquistou as 24 Horas de Le Mans.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.