Monte Carlo homenageia Guga

Brasileiro, que deve estrear hoje, ganha uma galeria de fotos

Chiquinho Leite Moreira, O Estadao de S.Paulo

21 de abril de 2008 | 00h00

Uma chuva intermitente e o frio acentuado pelo vento podem prejudicar a despedida de Gustavo Kuerten no Masters de Monte Carlo. Seu jogo diante do sempre mal-humorado croata Ivan Ljubicic está marcado para a quadra central e deve começar por volta das 11 horas ( de Brasília), mas corre o risco de atrasar ou até ser adiada. O clima frio e úmido, com temperaturas entre os 11 e 15 graus, pode desencorajar o público a ver Guga, bicampeão em Mônaco - 1999 e 2001 - na sua última participação no principado. Nos raros momentos de estiagem ontem, Guga ganhou um quadro com fotos de suas conquistas.''Fiquei muito feliz com a homenagem, um reconhecimento pela minha carreira'', disse Guga na rápida cerimônia. ''Apesar do mau tempo pelo menos consegui treinar pela manhã e estou bem para o jogo.'' O sucesso do torneio de Monte Carlo depende muito das condições do tempo. O charme de ver um jogo de tênis em Mônaco está atrelado a um programa dos mais atraentes e sofisticados. Um dos pacotes mais procurados é o ''Champgne''. Custa 120,00 por pessoa e inclui um lugar na quadra central, um almoço gourmet, acompanhado de taça de champanhe, um souvenir do torneio, um passe para a área Vip e o produto mais caro e difícil de todos: um lugar para estacionar o carro próximo ao clube.BELLUCCI CAMPEÃOO paulista Thomaz Bellucci conquistou, ontem, o Aberto de Santa Catarina ao vencer o algoz de Guga, Franco Ferreiro, por 4/6, 6/4 e 6/2.Em Portugal, Roger Federer ganhou o primeiro título da temporada. O número 1 do mundo bateu o russo Nikolay Davydenko por 7/5, 1/2 e desistência. O suíço, que quebrou jejum de cinco meses, levantou o 54º troféu de sua brilhante carreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.