Montenegro promete que deixará diretoria

O vice-presidente de futebol do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro, afirmou ontem que deixa o cargo no dia 2 de dezembro. O cartola esbravejou contra os jogadores após a eliminação da Copa Sul-Americana. As críticas ainda não foram digeridas pelo elenco. Em crise após três derrotas seguidas, o time treina em Itu, no interior de São Paulo.

O Estadao de S.Paulo

11 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.