Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Montoya sofre acidente espetacular em Daytona

Colombiano bateu em um caminhão cujo tanque explodiu. Apesar do susto, o ex-piloto de Fórmula 1 saiu ileso

DAYTONA, EUA, O Estado de S.Paulo

29 de fevereiro de 2012 | 03h07

A tradicional 500 Milhas de Daytona, um dos principais eventos da temporada da Nascar, teve como vencedor Matt Kenseth, mas quem acabou roubando a cena foi Juan`Pablo Montoya, ex-piloto da Fórmula 1 e da Indy. O colombiano sofreu um acidente espetacular durante uma bandeira amarela da corrida. Saiu ileso. A colisão fez seu carro explodir e ficar em chamas além de obrigar os organizadores a paralisarem a prova por duas horas.

A corrida toda foi tumultuada. Para começar, seria realizada no domingo, mas a largada acabou sendo adiada para a noite de segunda por causa das fortes chuvas na região do autódromo. Quando faltavam 43 voltas para a bandeirada final, o carro de David Stremme teve um problema de motor, o qual obrigou os organizadores da prova a acionar a bandeira amarela.

Neste momento, o carro do colombiano, que trafegava em uma reta, repentinamente perdeu o controle e saiu de lado. Bateu na traseira de um dos caminhões usados para manutenção da pista, que trafegava em baixa velocidade do lado direito do traçado. Como estava cheio de combustível, o tanque do caminhão explodiu, criando altas labaredas de fogo que atingiram o carro de Montoya. O piloto deixou o casulo de proteção de seu veículo andando, ileso.

"Quando saí do pit stop senti que algo não estava bem no carro. Estava com uma vibração esquisita", contou Montoya ao site CBSNews. O piloto contou que fez nova parada para checagem, mas nenhum problema foi encontrado. O colombiano, então, retornou à pista e pediu que os integrantes do time checassem o desempenho dos freios. Ao fazer o teste na reta, o carro saiu de lado e bateu. "Meus pés doem. Fui com tudo no freio e, quando bati o carro, o pé deslizou em direção ao pedal do lado e raspou a parte de cima."

Montoya diz que ouviu a explosão. "Queimou meu capacete e tudo mais. Não era o jeito que eu queria terminar as 500 Milhas de Daytona", lamentou o piloto, lembrando que vinha bem na disputa até o acidente. Questionado por um repórter de TV sobre sua bizarra situação, uma vez que bateu em uma reta quando estava quase sozinho na pista, saiu-se com a seguinte frase: "Já bati em muitas coisas mas em um caminhão de manutenção? Acho que não."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.