Morais só em abril. Mas Corinthians vai recorrer

O Corinthians levou um duro golpe no STJD ontem, após julgamento dos incidentes no jogo com o Avaí, pela Série B. Morais foi suspenso por 125 dias por trocar socos com Marquinhos, Elias, também por participar da briga, e Chicão, por entrada violenta, levaram dois e três jogos de gancho, respectivamente. Na terça-feira, o advogado do clube, João Zanforlim, entrará com recurso, tentando absolver o volante e o zagueiro e buscando transformar a pena do meia em jogos.O novo julgamento, agora no Pleno do Tribunal, deve acontecer no dia 18, na última sessão do ano. "Eles não querem deixar nada para o próximo ano e confio em diminuir as punições", afirmou Zanforlim. "Vamos tentar desclassificar o julgamento do Morais do artigo 253 (praticar agressão física) para o 258 (assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva)", disse. "Mas sabemos que ele será punido, pois além de trocar socos, como mostra o vídeo, ainda é reincidente. Pelo Vasco, ele foi punido duas vezes em 2008."Com pena de 125 dias, Morais só poderia defender o time no dia 9 de abril. Elias perderia a estréia na Copa do Brasil e Chicão, os dois primeiros jogos. "Argumentei que nem falta o Chicão fez, mas, como havia levado dois jogos de suspensão recentemente, isso pesou contra ele", disse Zanforlim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.