Morales derrota Chavez por pontos

O mexicano Eric Morales conquistou o título mundial dos superpenas, versão Conselho Mundial de Boxe (CMB), nesta madrugada de domingo, no ringue do MGM Hotel, em Las Vegas, ao derrotar o compatriota Jesus Chavez, por pontos, após 12 roundes. Os juízes foram unânimes: 118-108, 117-109 e 115-112. Com este resultado, diante de 8.094 espectadores, Morales, que também conquistou títulos entre os supergalos e penas, torna-se o segundo mexicano a se consagrar campeão em três categorias. O outro foi o lendário Julio Cesar Chavez, que assisitiu ao combate na primeira fila. Morales, de 27 anos, favorito nas apostas por 3 a 1, derrubou Chavez duas vezes no segundo assalto. O combate foi bastante violento e os dois lutadores terminaram muito machucados. Chavez, de 31 anos, não foi à entrevista coletiva após o combate, pois, segundo o empresário Bob Arum, precisou ir ao hospital cuidar de uma lesão no ombro direito, sofrida no segundo assalto. Esta foi a 46ª vitória de Morales em 47 lutas, enquanto Chavez perdeu pela terceira vez em 43 duelos. Em uma das preliminares, Julio Cesar Chavez Junior obteve sua quinta vitória consecutiva no profissionalismo, ao derrotar, por pontos, após quatro assaltos, o irlandês Oisin Fagan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.