Sam Leung/AP
Sam Leung/AP

Morre chefe dos Jogos de Inverno de Vancouver

Jack Poole, de 76 anos, foi diagnosticado com câncer em 2007, mas seguiu participando de reuniões

Allan Dowd, Reuters

23 de outubro de 2009 | 16h07

O homem que liderou a campanha de Vancouver para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno em 2010 morreu nesta sexta-feira, horas após a tocha olímpica ter iniciado seu percurso desde a Grécia até o Canadá.

Jack Poole, de 76 anos, morreu em um hospital de Vancouver após uma longa batalha contra um câncer pancreático, de acordo com o Comitê Organizador de Vancouver (Vanoc).

Poole era o presidente do comitê organizador da Olimpíada de 2010 e também foi o chefe da candidatura da cidade canadense que se sagrou vencedora na eleição do Comitê Olímpico Internacional (COI) em 2003.

O chefe-executivo do Vanoc, John Furlong, disse que falou com Poole na quinta-feira, quando deu detalhes da cerimônia realizada na cidade grega de Olímpia, onde a chama olímpica foi acesa e começou sua viagem para o Canadá. "Jack estava muito emocionado", disse Furlong em comunicado.

O presidente do COI, Jacques Rogge, elogiou Poole como "um grande líder e um grande homem", e disse que os dois se tornaram bons amigos durante a preparação de Vancouver para receber os Jogos no ano que vem. "Não tenho dúvidas que um dos legados de Jack será uma grande Olimpíada de Inverno em 2010", disse Rogge em comunicado divulgado pelo COI.

Poole permaneceu trabalhando na organização dos Jogos após ser diagnosticado com câncer em 2007, participando de reuniões pessoalmente e pelo telefone. O comitê organizador ainda não informou quem será o substituto.

A chama olímpica chega ao Canadá na próxima semana para um revezamento que vai cruzar o país duas vezes antes de desembarcar em Vancouver para a cerimônia de abertura dos Jogos, em 12 de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.