Morre judoca que tentou suicídio

A judoca grega Eleni Ioannou morreu, nesta terça-feira, duas semanas depois de se atirar do terceiro andar do prédio onde morava em Atenas. O anúncio foi feito pela agência de notícias grega. Ioannou, de 20 anos, estava internada desde 7 de agosto na UTI de um hospital de Atenas com múltiplas fraturas no crânio e no corpo. Ela tentou se suicidar, após discutir com seu noivo, Yorgos Jrisostomidos, de 24 anos, que dois dias depois também se atirou da mesma janela e permanece internado em estado grave. Ioannou estava inscrita para participar dos Jogos Olímpicos de Atenas na categoria até 78 quilos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.