Morre o tetracampeão olímpico Al Oerter

O norte-americano é um dos únicos homens a terem conquistado um ouro em quatro Olimpíadas consecutivas

01 Outubro 2007 | 17h11

Tetracampeão olímpico do arremesso de disco, Al Oerter morreu nesta segunda-feira, aos 71 anos, devido a um enfarte. Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1956, 1960, 1964 e 1968, Oerter foi um dos maiores nomes do atletismo nas décadas de 1950 e 1960. O norte-americano morreu em um hospital próximo a sua casa, na praia de Fort Myers, disse sua mulher Cathy Oerter. Segundo ela, o multicampeão tinha problemas de pressão alta desde a juventude, além de problemas cardíacos. Oerter é um dos únicos homens a terem conquistado uma medalha de ouro em quatro Olimpíadas consecutivas, ao lado do também norte-americano Carl Lewis, mas é o único a ter estabelecido novos recordes olímpicos em todas as suas vitórias.

Mais conteúdo sobre:
Al Oerterarremesso de disco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.