Maja Suslin/EFE - 12/2/2011
Maja Suslin/EFE - 12/2/2011

Morre último jogador de hóquei depois de acidente de avião na Rússia

Alexander Galimov, de 26 anos, não resistiu às graves queimaduras que atingiram 90% do seu corpo

Agência Estado, Agência Estado

12 de setembro de 2011 | 08h17

MOSCOU - O único membro do time de hóquei russo que sobreviveu a um trágico acidente aéreo ocorrido na última quarta-feira, na Rússia, morreu nesta segunda, em Moscou, em decorrência das graves lesões que sofreu, informou o hospital onde ele estava internado.

Funcionários do Hospital Vishnevsky disseram que Alexander Galimov, de 26 anos, morreu pela manhã por causa das graves queimaduras que atingiram 90% do seu corpo. Com o falecimento do atleta, o número de mortos no acidente aumentou para 44.

O acidente da semana passada, ocorrido no aeroporto de Yaroslav, a cerca de 240 quilômetros de Moscou, de onde o time de hóquei do Lokomotiv partiria rumo a Minsk, capital da Bielo-Rússia, provocou a morte de 37 jogadores da equipe, do treinador e de um outro membro da comissão técnica. Alexander Sizov, tripulante e outra única pessoa que sobreviveu à queda do avião, que aconteceu logo depois da tentativa de decolagem, se encontra em tratamento intensivo em Moscou.

Diferentemente de muitos integrantes do Lokomotiv, que eram cidadãos de outros países e em algum momento de suas carreiras jogaram na National Hockey League (NHL), a prestigiosa liga norte-americana de hóquei, Galimov era originário de Yaroslav e produto do seu programa juvenil.

Torcedores da modalidade em todo mundo lamentaram a morte dos jogadores. O avião fretado modelo Yak-42, que caiu em um rio que fica ao lado do aeroporto de Yaroslav, levaria o time de hóquei até Minsk para o jogo de abertura desta temporada da Continental Hockey League, na qual a equipe terminou na terceira colocação na última edição da competição.

O Lokomotiv possuía em seu elenco alguns dos melhores jogadores europeus, como o capitão esloveno Pavol Demitra, que já atuou na liga norte-americana pelo Saint Louis Blues e pelo Vancouver Canucks. Além dele, nomes como Ruslan Salei, que também atuou em diversas equipes dos Estados Unidos, e o goleiro Stefan Liv, campeão dos Jogos Olímpicos de Inverno de Turim, em 2006, com a Suécia, também estavam no voo.

Tudo o que sabemos sobre:
hóqueiRússiaacidente aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.