Morre Zhuang Zedong, 'diplomata' do tênis de mesa

SÃO PAULO - O ex-mesa-tenista chinês Zhuang Zedong morreu neste domingo, aos 72 anos. O ex-atleta faturou três títulos mundiais no tênis de mesa e ficou mundialmente conhecido por ser uma figura central da "diplomacia do ping pong" entre a China e os Estados Unidos. Ele lutava contra o câncer desde 2008.

Agência Estado

10 de fevereiro de 2013 | 15h06

Zhuang ganhou fama em 1971, quando foi fotagrafado dando um presente para o mesa-tenista norte-americano Glenn Cowan, que inadvertidamente embarcou em um ônibus que transportava a equipe chinesa no Mundial de Tênis de 1971, em Nagoya, no Japão. A imagem do encontro de Zhuang e Cowan juntos ajudou a promover a reaproximação entre China e Estados Unidos, rivais naquela época por causa da Guerra Fria.

Depois disso, a equipe norte-americana foi convidada a visitar os chineses, em um período em que a presença de cidadãos dos Estados Unidos no país era incomum. A partir disso, os países se aproximaram e Richard Nixon, então presidente norte-americano, fez uma histórica visita ao país em 1972.

Além da importância política, Zhuang foi um dos principais nomes da história do tênis de mesa. O chinês foi campeão mundial individual em 1961, 1963 e 1965, de duplas em 1965 e por equipes em 1961, 1963, 1965 e 1971.

Tudo o que sabemos sobre:
TÊNIS DE mESArIO 2016Zhuang Zedong

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.