Reprodução
Reprodução

Oito torcedores do Barcelona de Guayaquil morrem em acidente de ônibus

Tragédia no norte peruano deixa vítimas que voltavam de Lima, onde Barcelona jogou pela Libertadores

AFP, Peru

15 de fevereiro de 2020 | 16h39

Oito torcedores do Barcelona de Guayaquil, do Equador, morreram e 37 ficaram feridos em um acidente de ônibus no norte peruano, na manhã deste sábado. As vítimas voltavam de Lima, onde o Barcelona enfrentou o Sporting Cristal na última quinta-feira, pela Copa Libertadores, e se classificou para a próxima fase. Os sobreviventes foram encaminhados a hospitais na região do acidente, perto do balneário de Máncora.

O veículo saiu da estrada Panamericana por volta das 7h (horário de Brasília), às 5h no horário local, perdeu o teto e sofreu grandes danificações em sua estrutura ao cair em um abismo de 15 metros em uma zona desértica, informou a polícia local. O acidente aconteceu a cerca de 150 quilômetros da fronteira com o Equador, aproximadamente 1.100 quilômetros ao norte de Lima.

O presidente do Equador, Lenín Moreno, lamentou o ocorrido e prometeu ajudar os feridos e os familiares dos torcedores mortos. No Twitter, Moreno expressou seus pêsames pela tragédia e disse que o governo está coordenando o atendimento às vítimas e os trâmites internacionais necessários.

A embaixada equatoriana informou que ativou um protocolo de assistência aos feridos e aos familiares dos mortos através de seu consulado na cidade peruana de Tumbes, que faz fronteira com o Equador.

“Ficamos sabendo do que aconteceu com o ônibus de torcedores que vinham de Lima. O acidente foi próximo de Máncora. Estamos em contato com as autoridades do Peru e, assim que tivermos todas as informações confirmadas, traremos a público”, afirmou o chefe de comunicações do Barcelona de Guayaquil, Luigi Macchiavello.

Os acidentes são frequentes nas estradas peruanas. Muitas curvas perigosas, asfalto em condições precárias, falta de sinalização, excesso de velocidade dos motoristas e escasso controle policial estão entre as causas, segundo especialistas.

Em média, nove pessoas morrem por dia no Peru em acidentes de trânsito, de acordo com dados oficiais. O número é superior ao de vítimas fatais de crimes, apesar da insegurança ser a principal preocupação dos peruanos em todas as pesquisas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.