Morumbi fora do Mundial? O São Paulo diz que não

A cinco dias do anúncio oficial pela Fifa das cidades-sede da Copa de 2014, surgem dúvidas sobre uma das candidaturas brasileiras. Segundo o jornal O Globo, "uma grande cidade-sede" teria seu estádio oficial rejeitado por causa de um "projeto que não estaria à altura de uma Copa do Mundo". Surgiram, então, rumores de que o Morumbi seria o alvo da entidade máxima do futebol.A hipótese, porém, é totalmente descartada pelo São Paulo. "Não acreditamos nisso. É um boato. Passamos por duas vistorias da Fifa, recebemos comentários elogiosos e temos o apoio irrestrito do governador José Serra", afirma o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes, que credita a informação a tentativas de desestabilizar o projeto paulista. "Mudanças na última hora não fazem sentido." O presidente são-paulino, Juvenal Juvêncio, vai além. "É uma convicção minha de que o Morumbi também receberá a partida de abertura." FESTA EM TODO O PAÍSO São Paulo prepara uma festa para a confirmação do Morumbi como sede. O estádio terá um telão de 15 m² para transmitir o anúncio oficial das 12 cidades da Copa. Para o jogo contra o Cruzeiro, logo depois, às 16 horas, não haverá venda de ingressos. Cada entrada será trocada por 1 quilo de arroz ou de feijão (que será enviado às vítimas das enchentes no Norte e Nordeste). A distribuição será realizada de quinta a sábado, no Portão 1 do Morumbi e em seis escolinhas do clube (Jabaquara, Butantã, Freguesia do Ó, Osasco, Guarulhos e Santo André).Outras cidades candidatas também já anunciaram comemorações. Na Bahia, o duelo entre Vitória e Grêmio passou das 18h30 para as 16 horas, para que o anúncio ocorra no Barradão. É prevista a presença da cantora Ivete Sangalo. Algumas capitais optaram por pontos turísticos. Em Belém, a concentração será em frente ao Teatro da Paz, um dos cartões-postais. Em Porto Alegre, o encontro ocorrerá na Redenção, com a presença de ex-jogadores de Inter e Grêmio. Curitiba pretende festejar na Praça da Arena da Baixada, enquanto em Natal o local escolhido foi a Praia de Ponta Negra, um dos endereços mais badalados da capital potiguar. Goiânia optou por organizar uma carreata pelas ruas da cidade, com saída do Serra Dourada. E a capital de Pernambuco decidiu comemorar no Marco Zero, no Recife Antigo.

Amanda Romanelli, O Estadao de S.Paulo

27 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.