Morumbi poderá ser o palco de Popó

O Estádio do Morumbi pode ser o palco do próximo combate de Acelino Popó Freitas, campeão mundial dos superpenas pela Associação Mundial de Boxe (AMB) e Organização Mundial de Boxe (OMB). ?Popó, seu empresário e dirigentes do São Paulo vão se reunir esta semana para iniciar as negociações?, afirmou Newton Campos, presidente da Federação Paulista de Boxe. Paulo Mutti, diretor de esportes amadores do São Paulo, confirma o sonho, mas admite que o negócio exige uma série de cuidados. ?Não sabemos o custo deste evento. Vamos conversar e fazer um projeto. O Popó e o São Paulo têm esta vontade.? Popó, que lutou duas vezes este ano, deve voltar ao ringue em dezembro. Caso o São Paulo não consiga patrocinadores suficientes para colocar o combate no Morumbi, o Ginásio do Ibirapuera é a outra opção. O boxeador lutou com distintivos do clube paulista em seu calção no duelo de sábado, no qual derrotou o nigeriano Daniel Attah, por pontos, em Phoenix, no Arizona, Estados Unidos. O acerto do patrocínio foi feito na quinta-feira passada e os adereços são-paulinos, o cheque e o contrato do patrocínio foram levados para o pugilista por Newton Campos. ?O São Paulo só não subiu no ringue com a camisa do São Paulo, pois esqueceu no hotel?, disse Mutti. ?Mas ele nos prometeu desembarcar nesta terça-feira, em São Paulo com a camisa do Tricolor?, afirmou o dirigente são-paulino. Popó desembarca em Cumbica, nesta terça-feira, às 8h30. Fica em São Paulo até a hora do almoço e viaja na sequência para Salvador. O lutador ainda vai entregar as medalhas para os boxeadores campeões nos Jogos Sul-Americanos, em Belém.

Agencia Estado,

05 Agosto 2002 | 22h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.