Mosley teme novas saídas após a da Honda

Max Mosley, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), afirmou à agência Press Association temer que a crise que tirou a Honda da Fórmula 1 atinja significativamente outras equipes. "Se as coisas piorarem, pode ser", afirmou. "Ninguém pode dizer que estamos vendo o fim do túnel e que as coisas vão melhorar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.