Mulheres dizem que o esporte melhora a mente e o sexo

Eempresa de pesquisa de mercado TNS entrevista 10 mil mulheres sobre os benefícios do esporte

Ansa

20 de fevereiro de 2008 | 17h47

A prática esportiva faz bem não só à saúde, também aumenta a auto-estima e a percepção do sucesso, além de melhorar as relações pessoais e o sexo. Essa é a opinião de mais de 10 mil mulheres, de nove países europeus, entrevistadas pela empresa de pesquisa de mercado TNS.O levantamento foi encomendado pela empresa multinacional esportiva Nike, que agora implanta uma nova campanha publicitária 100% voltada ao gênero feminino. As mulheres, entre os 16 e 30 anos, são originais de Alemanha, Espanha, França, Holanda, Itália, Reino Unido, Rússia, Suécia e Turquia.As turcas disseram que gostam de esporte, mas com reserva, pois temem ficar musculosas demais. As nórdicas o praticam, mas com o incômodo da transpiração excessiva, enquanto as italianas apreciam o trabalho aeróbico que faz suar bastante. Já as declarações da melhoria no sexo ficaram por conta, principalmente, das inglesas e francesas.As mais esportivas são as alemãs (67% das entrevistadas de seu país) e aquelas que menos praticam esporte são as turcas (47%). As atividades mais difundidas são a ginástica aeróbica e a natação. ESPORTE E AUTO-AFIRMAÇÃOSeguindo a sugestão da campanha publicitária -- "Here I am" ("Aqui estou") --, conclui-se que o esporte melhora não só o aspecto físico, mas também a mente e a auto-afirmação. Ou seja, as mulheres procuram a academia, piscina ou ciclovia também para momentos de reflexão e crescimento de espírito.Cerca de 82% das mulheres esportistas disseram se sentir orgulhosas daquilo que são, e 72% afirmaram que têm confiança em si mesmas e que justamente a prática esportiva aumenta sua segurança nas relações sociais."Ser uma atleta me permitiu reforçar tanto o físico quanto a mente, além da resistência ao stress. Hoje, sou uma das esgrimistas mais conhecidas e realizei meus objetivos fazendo, a cada dia, aquilo que mais me dá prazer", confirma a italiana Margherita Granbassi, campeã do mundo de esgrima.Nesse sentido, 75% das mulheres entrevistadas destacaram que o esporte as ajuda a ganhar força como "pessoa". Além disso, ajuda a descarregar o stress e raiva, com grande impacto na vida e no "sucesso". E, claro, deixa as mulheres mais sensuais e atraentes -- 12% disseram que encontraram seus parceiros durante a prática esportiva."A razão principal pela qual as mulheres praticam esporte é o bem-estar físico. Mas muitas mulheres declararam que o praticam para se sentir mais atraentes. De fato, a atividade esportiva ajuda a obter sucesso na vida, no estudo e no trabalho", concluiu Andrea Rossi, diretora de marketing da Nike Itália.

Tudo o que sabemos sobre:
esporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.