Multa por jogo em local inseguro é de R$ 100 mil

A criação do Departamento Técnico de Estádios é consequência de polêmica em que o presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, se envolveu com o Ministério Público de São Paulo - e também de acordo feito com o órgão. Em setembro, o promotor do MP, Roberto Senise, pediu a destituição de Del Nero, sob alegação de falta de cooperação no empenho para dar segurança ao público nos estádios. À época, o dirigente negou, argumentando que, nos nove primeiros meses deste ano, 58 estádios foram interditados. Mas a confusão o levou a assinar com o MP Termo de Ajustamento de Conduta, no qual a FPF se compromete a entregar ao órgão laudos garantindo a segurança dos estádios 30 dias antes do início do campeonato. Em seguida, criou o departamento para fiscalização. Os clubes deverão providenciar laudos, renovados anualmente, e atualizá-los a cada evento. A multa por abrigar jogo em estádio sem condição é de R$ 100 mil por partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.