Divulgação
Divulgação

Na volta do Mundial de Surfe, Mineirinho chega à final contra Fanning

Gabriel Medina cai para australiano na semifinal por 0,63

O Estado de S. Paulo

18 de setembro de 2015 | 16h36

Após cinco dias sem campeonato, a praia de Trestles, na Califórnia, finalmente estava em condições de receber as etapas finais do Circuito Mundial de Surfe. O Brasil foi muito bem representado, já que tinha quatro atletas nas quartas de finais, três nas semis e, por 0,63, não dominou a final também. A decisão em San Diego será entre o atual líder do ranking, Adriano de Souza, o "Mineirinho", contra o australiano Mick Fanning, segundo colocado no campeonato. 

Dono da camisa amarela, Mineirinho eliminou dois compatriotas para chegar à decisão com Fanning. O primeiro foi Wigolly Dantas, nas quartas de finais. Com mais atitude que o adversário, Adriano somou oito notas, contra apenas quatro do adversário. O resultado final foi de 12,67 a 8,83. 

Na sequência, Mineirinho garantiu vaga na decisão ao bater Filipe Toledo, que se classificara após a desistência do australiano Joel Parkinson. A segunda bateria brasileira do dia terminou com uma diferença de apenas 0,19. Faltando 22 segundos para o final da disputa, Filipinho precisava de 7,30 para chegar à final, mas seu aéreo lhe rendeu apenas 7,10. 

Do outro lado da final está Mick Fanning. O australiano não teve dificuldade nenhuma nas quartas de finais, eliminando o americano Adrian Buchan por 7,63, com notas totais de 15,13 e 7,50. A classificação o fez enfrentar Gabriel Medina na semifinal. O brasileiro, por sua vez, já havia deixado pelo caminho o norte-americano Nat Young na fase anterior. 

Assim como a outra semifinal, o confronto Fanning x Medina foi bastante equilibrado, com diferença final de 0,63 pontos. Apesar da atitude, somando pontos em 13 ondas contra seis do rival, a eficiência do australiano foi o diferencial. As duas maiores notas de Fanning foram acima dos 9 pontos, enquanto as do brasileiro chegaram, no máximo, a 8,87, quando fez dois aéreos na mesma onda. 

A final masculina em Trestles deve ser disputada ainda hoje, sexta-feira, logo depois das semifinais femininas do Circuito Mundial. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.