Divulgação
Divulgação

Mundial de Vôlei de Praia começa com vitórias holandesas

As 8 duplas brasileiras estrearão na competição neste sábado

Estadão Conteúdo

26 de junho de 2015 | 19h56

O Mundial de Vôlei de Praia começou nesta sexta-feira, em Haia, na Holanda, em um local no mínimo peculiar. É que a arena montada na cidade internacionalmente conhecida pelo seu tribunal internacional fica em cima de uma balsa no lago Hofvijver e tem capacidade para 5,5 mil espectadores. É o maior dos quatro palcos do Mundial.

Para receber a maior edição já realizada da competição, a Holanda escolheu quatro cidades como sedes do Mundial: Haia, Amsterdã, Apeldoorn e Roterdã. Afinal, são 48 duplas na chave masculina e outras 48 na feminina.

Nesta sexta-feira, foram realizados apenas dois jogos, para oficializar o início do Mundial. Principal dupla feminina da Holanda, Meppelink e Van Iersen sofreram para vencer uma parceria do Casaquistão por 2 a 1. Depois, os também holandeses Nummerdor e Varenhorst ganharam de um time de El Salvador.

Para o Brasil, o Mundial começa neste sábado. O primeiro jogo do País está previsto para as 11h locais em Amsterdã, 6h de Brasília, com Larissa/Talita jogando contra as locais Van Gestel/Van der Vlist. Uma hora depois, em Apeldoorn, Alison/Bruno Schmidt enfrenta Court/Schumann, da Austrália.

Também disputam o Mundial as duplas Álvaro Filho/Vitor Felipe, Evandro/Pedro Solberg, Ricardo/Emanuel, Ágatha/Bárbara Seixas, Fernanda Berti/Taiana e Juliana/Maria Elisa. Todos são cabeça de chave.

O Mundial, diferente das etapas do Circuito Mundial, não tem qualifying e as duplas foram inscritas a partir dos resultados delas na temporada passada, com limite de quatro por País. Maria Clara/Carol é a primeira dupla reserva da chave feminina, mas não foi chamada ate agora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.