Reprodução
Reprodução

Murer doa parte do prêmio do Mundial a saltadora que ficou tetraplégica

Brasileira ajudará Kira Grunberg, que sofreu acidente em julho

Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2015 | 18h17

A brasileira Fabiana Murer revelou que doou parte do prêmio pela medalha de prata no Mundial de Atletismo, em agosto, para a austríaca Kira Grünberg. A saltadora entrou na corrente para ajudar a ex-atleta, que ficou tetraplégica quando tentou um salto durante treinamento realizado em julho.

"Uma porcentagem do meu prêmio do Mundial eu doei para ajudar na recuperação da Kira Grünberg, a saltadora que sofreu um acidente durante seus treinos e perdeu os movimentos do pescoço para baixo. Ela está em tratamento intensivo e espero que continue progredindo", escreveu a brasileira em suas redes sociais.

A austríaca Kira Grünberg, de 21 anos, ficou tetraplégica após sofrer um grave acidente durante o treino no final de julho. Ela, que se mantém como recordista do salto com vara em seu país desde o dia 12 de agosto de 2014 com a marca de 4,45 metros conquistada no Campeonato Europeu de atletismo em Zurique (Suíça), sofreu uma queda que a deixou gravemente ferida. A atleta foi imediatamente internada no hospital de Innsbruck, onde foi diagnosticada uma fratura da coluna cervical.

Já Fabiana Murer seguiu o exemplo justamente de sua algoz na decisão do salto com vara no Mundial de Pequim, a cubana Yarisley Silva, que também fez uma doação a Grünberg. Naquela final, a brasileira saltou para 4m80, cinco centímetros a menos que a campeã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.