Muricy de olho no artilheiro Borges SANTOS PONTE PRETA

Atacante, escalado para enfrentar a Ponte Preta, tem baixo rendimento e já preocupa treinador do Santos

SANCHES FILHO / SANTOS, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2012 | 03h05

Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2011, com 23 gols, Borges ainda não decolou nesse início de temporada. Preocupado com o baixo rendimento do atacante, Muricy Ramalho já pensa em trocar o goleador por Alan Kardec nos próximos jogos. Hoje, diante da Ponte Preta, às 18h30, na Arena Barueri, Borges vai sair jogando. Outra disputa por posição que esquenta no time é entre Ibson e Elano no meio campo.

Borges, que até agora marcou apenas um gol, em cobrança de pênalti, e tem perdido seguidas oportunidades - ainda não está na forma física ideal. Bem diferente do seu concorrente, Alan Kardec, autor de quatro gols nas primeiras três rodadas do Campeonato Paulista.

A disputa entre Elano e Ibson, por enquanto, está como Muricy Ramalho sonhava. Ibson finalmente reencontrou o seu futebol, para alívio dos dirigentes, e começa a justificar o investimento de R$ 9 milhões feito na sua contratação, uma das mais caras da história do clube, e Elano dá sinais de recuperação.

São dois jogadores de bom nível para uma posição, o que deixa o treinador em situação confortável. Muricy tem escalado Ibson para começar os jogos e na metade do segundo tempo coloca Elano no seu lugar.

"A posição está em aberto", avisou o treinador, após a vitória contra o Comercial. O treinador tem consciência que dentro de pouco tempo, Ibson não vai gostar de ser substituído em todos os jogos mesmo atuando bem e sem problemas físicos. Muito menos Elano, o segundo maior salário do clube (R$ 500 mil mensais), vai aceitar ser jogador só de segundo tempo.

Marcação por zona. Além de promover novas mudanças no time, o técnico da Ponte, Gilson Kleina, antecipou que não fará marcação individual sobre Neymar. "Nós temos que nos preocupar com o Santos de uma forma geral. Por isso, vamos fazer uma marcação por zona, porém solidária, onde cada jogador deve se superar para ajudar o companheiro", disse.

O meia Renato Cajá e o zagueiro Ferron voltam ao time.

SANTOS

Rafael

Fucile

Edu Dracena

Durval

Juan

Arouca

Henrique

Ibson

Ganso

Borges

Neymar

Técnico:

Muricy Ramalho

PONTE PRETA

Lauro

Guilherme

Ferron

Gian

Uendel

Xaves

João Paulo

Cicinho

Renato Cajá

Rodrigo Pimpão

Leandrão

Técnico:

Gilson Kleina

Juiz: Marcelo Rogério

Local: Arena Barueri

Horário: 18h30

Transmissão: SporTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.