Muricy e Mano festejam recuperação de Ganso

O meia Ganso vive momento especial no Santos. Após ser convocado pelo técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, para o amistoso contra a Bósnia, dia 28, na Suíça, o jogador ainda foi um dos destaques na vitória por 3 a 1 sobre o Mirassol, no sábado. Aos poucos, o meia demonstra que os problemas físicos e extracampo não atrapalham mais seu desempenho.

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2012 | 03h04

O técnico Muricy Ramalho comemora a evolução do jogador e acredita que tanto o Santos quanto a seleção vão se beneficiar com a nova fase do jogador.

"O Santos voltou a ter um grande camisa 10 e a seleção vai ter o número 10 que sempre quis ter. Isso mostra que estamos fazendo um bom trabalho para, além de atingir nossos resultados, atingir também a seleção", analisou o treinador.

No ano passado, Ganso sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda que o deixou afastado dos gramados por cinco meses. E durante toda a temporada teve de comentar sobre sua possível transferência para o exterior. Garantido pelo menos até o meio do ano no clube e sem sentir dores, o jogador mostra estar focado em recuperar o bom futebol.

Apoio do amigo. Ninguém no Santos parece apoiar mais Ganso do que Neymar. Sempre que tem oportunidade, o atacante dá um jeito de encher a bola do companheiro e colocá-lo como uma peça fundamental da equipe. "Ele é fantástico. Quando resolve jogar, ninguém segura", disse o atacante após o jogo de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.