Muricy ganha ânimo com 'reforços'

Depois de muitos dias de reclamação, o técnico Muricy Ramalho volta a sorrir. Com o fim da Olimpíada de Londres, Neymar e Ganso estarão de volta ao time do Santos e, além disso, a estreia do argentino Patito Rodriguez no sábado, no empate por 2 a 2 com o Atlético-GO, também deixou o treinador bem animado.

O Estado de S.Paulo

13 de agosto de 2012 | 03h04

Sobre a dupla da seleção, o treinador acredita que contará ambos motivados, apesar da derrota para o México na decisão e a conquista da medalha de prata.

Muricy conta com Ganso, mesmo com as notícias de que o meia poderia deixar o clube. "Só espero que ele chegue bem, e para jogar. Sei que está com um probleminha muscular e quando chegar vamos ver o que acontece. Mas, por enquanto, não me foi falado nada sobre uma possível saída dele", garantiu Muricy.

O treinador acha que Neymar vai querer jogar logo. "Pelo que conheço do Neymar, ele vai voltar com força e louco para jogar. Ele pode se abater um pouco por não ter conquistado o ouro, mas se recupera rápido."

Os dois selecionáveis não devem encarar o Figueirense na quinta, mas têm chances de jogar domingo, contra o Corinthians. Quando chegarem vão encontrar Patito Rodriguez, que precisou de apenas 45 minutos para mostrar que pode ajudar a equipe. Autor do primeiro gol no empate com o Atlético-GO, o estreante foi o mais festejado pela torcida após o jogo. "Foi especial estrear marcando gol. Seria perfeito se tivéssemos vencido o jogo, mas agradeço o apoio da torcida", disse o atacante.

Enquanto Patito saia debaixo de aplausos, Bill deixou o gramado vaiado. Irritado desabafou e disse os que o vaiavam eram torcedores que iam ao estádio só para comer pipocas. Não demorou para levar uma bronca do chefe.

"Ele não estava bem mesmo e por isso coloquei o Miralles e o time melhorou. O Bill precisa se preparar para ser vaiado. Time grande é assim, você não joga bem e é vaiado mesmo. Tem que ficar quieto e trabalhar mais." / DANIEL BATISTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.