Muricy lamenta excesso de gols perdidos pelo São Paulo

Time ficou apenas no 1 a 1 contra o Paulista; 'O empate foi justo. O adversário também jogou bem', disse

AE, Agencia Estado

22 de março de 2009 | 19h54

O técnico Muricy Ramalho considerou justo o empate obtido pelo São Paulo diante do Paulista, por 1 a 1, em Jundiaí, mas lamentou o elevado número de gols perdidos pela sua equipe, principalmente na etapa inicial.

Veja também:

linkSão Paulo fica apenas no empate em 1 a 1 com o Paulista 

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

"Tivemos chance de matar o jogo no primeiro tempo e não fizemos os gols. O Paulista melhorou no segundo tempo. O empate foi justo", analisou. "Também temos de respeitar o adversário. Claro que queríamos ganhar, mas o Paulista jogou bem. Não tem jeito. Quando eles enfrentam um time grande, dão a vida."

Para o treinador, não há diferença em se classificar para as semifinais do Paulistão em segundo, terceiro ou quarto lugar. A primeira colocação ficou um pouco distante - com 30 pontos, o São Paulo está a sete do Palmeiras. "O importante é classificar. Aí depois é uma outra história. Estamos na briga", disse o técnico.

O zagueiro Miranda concordou com o comandante. "Não conseguimos vencer, mas o importante é classificar. Criamos chances, infelizmente o gol não saiu. A equipe está no caminho certo. Na hora do vamos ver, na semifinal, nosso time cresce."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.