Muricy: ''''Não tenho de explicar broncas no time''''

A apagada atuação do São Paulo no clássico contra o Corinthians não mereceu muitos comentários do técnico Muricy Ramalho, quase monossilábico em suas respostas, após a partida. "Poderíamos ter jogado melhor", limitou-se a dizer o treinador, que nunca aponta falhas individuais de seus jogadores. "Não tenho de explicar as broncas que dou no time", defendeu.Nem mesmo o lance do gol do Corinthians, quando a equipe estava toda na área, mas nenhum dos quatro zagueiros cortou a bola - desviada duas vezes, por Fábio Ferreira e Betão - fez o treinador se abalar. "Aconteceu. O time todo não foi bem ali", desconversou Muricy.O treinador são-paulino não gostou do confronto no Morumbi, prejudicado pelo grande número de defensores em campo, de ambas partes. "Foi um jogo muito truncado, de muita marcação, e com um nível técnico baixo", opinou Muricy. "Assim como o Corinthians ganhou, com um gol de bola parada, poderíamos ter vencido da mesma forma", comparou.TRANQÜILIDADEApesar do segundo revés consecutivo - o quinto no Campeonato Brasileiro -, o treinador garante que o elenco não vai se abalar. "É preciso ter a cabeça no lugar. Não é porque perdemos duas vezes que vamos mudar todo o trabalho que está sendo feito", disse. "Ainda temos oito jogos pela frente e uma boa vantagem na liderança", observou. "Não merecíamos perder para o Corinthians, mas outras vezes ganhamos alguns jogos que também não merecíamos ter ganho."A diretoria garante a tranqüilidade ao elenco e à comissão técnica. "O Campeonato Brasileiro é muito complicado. Fizemos dois jogos (contra Flamengo e Corinthians) num momento complicado, com o grupo bastante desgastado", disse o superintendente de Futebol, Marco Aurélio Cunha.O zagueiro Alex Silva apontou algumas falhas no time, mas reconheceu que o Corinthians também teve méritos no triunfo. "O Borges teve duas chances, mas não teve a felicidade de aproveitá-las", comentou. "Mas o goleiro do Corinthians também foi bem, fez defesas muito boas", opinou o jogador.

O Estadao de S.Paulo

08 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.